Um blog de recortes e de textos sobre a forma mais sensível de amar, o amor que nasce da amizade, além de outros textos sobre amor, amizade e relacionamentos entre amigos.
30
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 02:13link do post | comentar

I Can See Clearly Now

Jimmy Cliff

Composição: Johnny Nash

 

http://letras.terra.com.br/jimmy-cliff/7880/

 

I can see clearly now the rain is gone.

I can see all obstacles in my way.

Gone are the dark clouds that had me blind.

 

It's gonna be a bright (bright)

bright (bright) sunshiny day.

It's gonna be a bright (bright)

bright (bright) sunshiny day.

 

yes, I can make it now the pain is gone.

All of the bad feelings have disappeared.

Here is the rainbow I've been praying for.

It's gonna be a bright (bright)

bright (bright) sunshiny day.

 

(ooh...) Look all around, there's nothing but blue skies.

Look straight ahead, there's nothing but blue skies.

 

I can see clearly now the rain is gone.

I can see all obstacles in my way.

Here's the rainbow I've been praying for.

 

It's gonna be a bright (bright)

bright (bright) sunshiny day.

It's gonna be a bright (bright)

bright (bright) sunshiny day. (4x)


28
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 04:03link do post | comentar

Já que eu estou me dei a liberdade de dar dicas amorosas a Luana Piovani, segue mais um texto que a atriz poderá apreciar, e dele fazer bom uso.

 

Escrito por Gisela Rao, mostra como a beleza pode ser negativa para quem a porta (sim, "porta" e não "possui". A beleza é volátil).

 

A cobrança é maior, especialmente quanto à manutenção desta beleza e quanto à obrigação de ser feliz (algo do tipo: "nasceu linda, está chorando por quê?"). Além, é claro, do constrangimento constante de ter de dizer a cada minuto: "não, obrigado, não estou disponível sexualmente para você".

 

http://estilo.uol.com.br/comportamento/ultimas-noticias/2011/02/09/ser-lindo-pode-se-tornar-um-tormento.htm


26
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 01:49link do post | comentar

Luana Piovani teria dado entrevista ao fotógrafo J.R. Duran e comentado sobre a traição a Rodrigo Santoro.

 

Teria dito a atriz: "Eu me arrependo de ter acontecido como aconteceu, porque sei que fiz mal a uma pessoa que eu admiro muito. Mas faz parte de ter 21 anos você não ser a mais cuidadosa do mundo. Carreguei essa cruz durante anos, mas a culpa já não existe mais".

 

Ok, faltou AmorAmigo aí, acontece mesmo, principalmente aos 21.

 

Mas a entrevista segue. Excerto:

 

Sobre seus ex, Luana disse: "Eu aprecio o belo. E, às vezes, isso me trai. Estou vendo se eu tiro o belo e coloco isso como prioridade: inteligência e humor".

 

Pééééééé.

 

Não, Luana, inteligência e humor, apesar de estarem mais próximos do AmorAmigo, ainda não são suficientes para garantir a afinidade.

 

Imagine-se com um parceiro inteligente, bem-humorado, mas, por exemplo, autocentrado. Egoísta. Que também desconhece o AmorAmigo e também "aprecia o belo". Quanto tempo vai durar?

 

O link para o texto original está aqui.


24
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 01:30link do post | comentar

Reportagem trata de pesquisa que aponta que 51% dos paulistanos deixariam São Paulo "se pudessem".

 

http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2011-01-01_2011-01-31.html#2011_01-21_16_42_14-10045644-0

 

A questão, aí, é simples: muito discurso e pouca ação. É óbvio que quem quer sair de um lugar, consegue. O mundo é suficientemente grande. Setor de serviços, onde a maioria se emprega, tem até em vilarejos do interiorzão. Aliás, o interior cresce mais que as capitais e demanda mão-de-obra qualificada. E abre as portas para quem vem de SP.

 

Fatores complicadores são o afastamento do núcleo familiar e, em parte, do núcleo de amigos.

 

É similar a um relacionamento deletério: no discurso, você quer a separação. Mas na prática, entrar no obscuro mundo da solidão, desestruturar seu núcleo familiar, ser mal visto por parentes, sentir-se culpado pelos filhos pequenos, entre outras consequências que incomodam, fazem com que você não tome a atitude da revolução.

 

Conselho: leve-se a sério. Não empurre com a barriga. Pese prós e contras e tome uma decisão definitiva. Fique ou largue, e esqueça a outra opção.

 

Viver na ilusão é o pior. Tanto para paulistanos quanto para mal-amados. Aceitar a realidade é um passo importante para encontrar a paz interior.

 

p.s.: Assista ao vídeo. As pessoas mais felizes da reportagem são as que dizem: eu sei o que SP tem de ruim, mas aqui é o meu lugar. O que confirma o meu conselho.


22
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 02:28link do post | comentar

Amigo apaixonado

Victor e Leo

Composição: Victor Chaves

 

http://letras.terra.com.br/victor-leo/1004680/

 

Pensando bem

Eu gosto mesmo de você

Pensando bem quero dizer

Que amo ter te conhecido

Nada melhor que eu deixar você saber

Pois é tão triste esconder um sentimento tão bonito

 

Hoje mesmo vou te procurar

Falar de mim

Sei que nem chegou a imaginar

Que eu pudesse te amar tanto assim

 

Sempre fui um grande amigo seu

Só que não sei mais se assim vai ser

Sempre te contei segredos meus

Estou apaixonado por você

 

Esse amor entrou no coração

Agora diz o que é que a gente faz

Pode dizer sim ou dizer não

Ser só seu amigo não dá mais.

 

Nada melhor que eu deixar você saber

Pois é tão triste esconder um sentimento tão bonito

 

Hoje mesmo vou te procurar

Falar de mim

Sei que nem chegou a imaginar

Que eu pudesse te amar tanto assim

 

Sempre fui um grande amigo seu

Só que não sei mais se assim vai ser

Sempre te contei segredos meus

Estou apaixonado por você

 

Esse amor entrou no coração

Agora diz o que é que a gente faz

Pode dizer sim ou dizer não

Ser só seu amigo não dá mais!

 

Sempre fui um grande amigo seu

Só que não sei mais se assim vai ser

Sempre te contei segredos meus

Estou apaixonado por você

 

Esse amor entrou no coração

Agora diz o que é que a gente faz

Pode dizer sim ou dizer não

Ser só seu amigo não dá mais...


20
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 00:14link do post | comentar

Como eu havia dito no último post, generalizar é a pior coisa a se fazer.

 

E o texto referido no último post é muito generalizador. Primeiro, pelo fato de dizer que as mulheres que não têm machos "machos" fantasiam com estes. Pergunto: necessariamente?

 

Decerto que não. Até por que é habitual generalizar que homens fantasiam com mulheres bonitas e boazudas, e eu conheço pelo menos um homem que não faz isso: eu. Não é que eu não tenha fantasias; o que não tenho é a fantasia do peitão e do bundão.

 

Depois, o mesmo texto diz que as mulheres não fazem uso da inteligência do homem em suas fantasias. Pois eu conheço pelo menos uma mulher que faz isso, sim.

 

É uma pena que estes textos tentem reduzir a humanidade a clichês...

 

Repito o link ao referido texto:

http://www.neomundo.com.ar/sitio/noticia/-estilo-macho-sigue-siendo-preferido-por-las-mujeres


18
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 02:09link do post | comentar

Assim como há dois dias, também não comentarei o texto a seguir, pelo menos neste post:

 

http://www.neomundo.com.ar/sitio/noticia/-estilo-macho-sigue-siendo-preferido-por-las-mujeres

 

Já deve ter ficado claro, não? A lição é: tem gosto para tudo. Generalizar é a pior coisa a se fazer.


16
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 02:07link do post | comentar

Não vou comentar o texto que segue.

 

http://estilo.uol.com.br/comportamento/ultimas-noticias/2011/02/01/mulheres-assumem-que-gostam-de-ficar-com-gays.htm

 

Fique à vontade para fazê-lo, caro leitor.


14
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 01:02link do post | comentar

Amor amigo

Goiano e Paranaense

Composição: Goiano/Donizete

 

http://letras.terra.com.br/goiano-paranaense/1207361/

 

Eu perdi um grande amor mas segui em frente

levantei minha cabeça e recomecei

meu dispeito foi tão grande, eu fiquei doente

só venci a solidão depois que chorei

 

No jardim da minha vida, você cortou uma flor

confiei no seu amor, mas você nao foi sincera

agora no meu jardim pode cortar um milhão de flores

quero ver você cortar a linda chegada da primavera

a primavera que falo é um novo amor

que ajudou a esquecer um amor antigo

amor para ser amor, nao é só amor

amor para ser amor tem que ser amigo

 

No jardim da minha vida você cortou uma flor

confiei no seu amor, mas você não foi sincera

agora no meu jardim pode cortar um milhão de flores

quero ver você cortar a linda chegada da primavera

a primavera que falo é um novo amor

que ajudou a esquecer um amor antigo

amor para ser amor, não é so amor

amor para ser amor tem que ser amigo


12
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 05:13link do post | comentar

Joana de Vilhena Novaes é professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a Uerj. Lá, coordena o Núcleo de Estudos de Doenças da Beleza.

 

Em entrevista para a revista TPM em maio de 2010, Joana mostra o grande problema da "corpolatria" feminina, especialmente na cultura carioca. Segue excerto:

 

Desde os 12 anos, quando pediu à mãe para ser matriculada em uma academia de ginástica, ela está de olho numa sociedade em que comer salmão vira pecado; crianças tomam refrigerante light com medo da celulite; e – ainda bem – Ivete Sangalo [no pós-parto] não tem pudor em arrasar num vestidinho micro na final do BBB.

 

Ela nota que a questão está relacionada com as classes sociais. Nos morros, a percepção feminina de que um corpo um pouco mais rechonchudo é garantia de olhares, assobios e chegadas masculinas. Na zona sul, o excesso de zelo com o corpo a exibir nas praias (que nem sempre é o preferido dos homens).

 

Sem sair do contexto, ela ainda responde a uma pergunta interessante:

 

Tem uma máxima do Woody Allen que diz: “Sexo bom é sexo sujo”. Hoje, quanto mais limpo, melhor?
Sim. Vivemos em um mundo que não gosta de cheiros, não é à toa que tem uma farmácia nova em cada esquina. Sendo assim, o sexo também vai ser um sexo limpo, você não usa camisinha, usa galocha, né? Não pode trocar fluidos. É uma cultura do risco, do pânico, da doença. A história do salmão, do hormônio, da gripe suína, da vaca louca. Tem sempre um modo de vida americano que tem que identificar o perigo em alguma coisa fora de você.

 

Eu sou muito a favor do sexo sujo. Ou melhor, do sexo e ponto, porque se é limpo não é sexo, é a verdade empírica mais absoluta que eu conheço. Mas não dá para negar as doenças. Como resolver o conflito?

 

AmorAmigo. Sendo um só com o seu amado, em uma relação de fidelidade e confiança, é possível viver o melhor do sexo, sem preocupações com os riscos da promiscuidade.


10
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 04:47link do post | comentar

No fim do ano passado, no campeonato mundial de Fórmula 1, havia a possibilidade de a equipe Red Bull recorrer à marmelada, tão comum na equipe Ferrari, para garantir o título mundial de pilotos.

 

Possibilidade que foi rechaçada pelo dono da Red Bull, Dietrich Mateschitz. Por quê? Porque a Red Bull vive do marketing, da marca, da propaganda boca a boca. Segundo Mateschitz, "um segundo lugar correto será melhor que vencer o título com ordens". Está aqui na Folha de S.Paulo de 12 de novembro de 2010.

 

Não foi necessário o jogo de equipes. A Red Bull venceu sem precisar de malandragens.

 

Na nossa vida, agir de forma correta também faz com que, como declarou Mateschitz, haja "quem nos ache idiotas por não agirmos" de forma egoísta, colocando a lei de Gérson como tão inexorável quando a lei da gravidade.

 

Mas, afinal, de que valores você quer se cercar? Dos bons ou dos maus? De uma forma ou de outra, você conseguirá adesões. Sendo o vencedor, todos os interesseiros passarão a orbitar você, apesar de muitos outros passarem a considerar você um picareta. Optando pela ética, você se cercará daqueles que também admiram o altruísmo e a dignidade, entre tantos outros valores positivos, apesar de muitos outros passarem a considerar você um idiota.

 

Repito: afinal, de que valores você quer se cercar? Dos bons ou dos maus?


08
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 04:15link do post | comentar

O especialista em finanças Luiz Calado afirmou na TV UOL em 12 de janeiro passado: "o erro mais comum dos investidores é comparar a rentabilidade e esquecer do resto".

 

Muito parecido com o comportamento das pessoas na hora de buscar um parceiro: olhar a beleza e esquecer do resto.

 

Calado lembra que o problema é a ganância, e que rentabilidades maiores estão atreladas a riscos maiores.

 

No nosso caso, cresce o risco de não se ter qualquer afinidade com a pessoa escolhida, aumentando o risco de um término rápido.

 

Olhar para dentro e não somente por fora ajuda muito a garantir uma escolha positiva. É o AmorAmigo agindo desde o primeiro momento.


06
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 01:14link do post | comentar

Your Love Is King
Sade
Composição: Sade Adu

 

http://letras.terra.com.br/sade/34835/


Your love is king,
crown you in my heart.
your love is king,
never need to part.
your kisses ring,
round and round and round my head.
touching the very part of me.
it's making my soul sing.
tearing the very heart of me.
I'm crying out for more.


your love is king,
crown you in my heart.
your love is king.
you're the ruler of my heart.
your kisses ring,
round and round and round my head.
touching the very part of me.
it's making my soul sing.
I'm crying out for more.
your love is king.


I'm coming up, I'm coming.
you're making me dance, inside.


your love is king,
crown you in my heart.
your love is king,
never need to part.
your kisses ring,
round and round and round my head.
touching the very part of me.
it's making my soul sing.
tearing the very heart of me.
I'm crying out for more.


touching the very part of me.
it's making my soul sing.
I'm crying out for more.
your love is king.


this is no blind faith
this is no sad and sorry dream.
this is no blind faith
your love...
your love is real... gotta crown me with your heart,
never, never need to part,
touch me.
never letting go,
never letting go,
never going to give it up.
I'm coming,
you're making me dance...


04
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 01:04link do post | comentar

O UOL tem um conjunto de fotos que está associado a destinos românticos, propícios, por exemplo, para uma lua de mel.

 

Segue o link aqui.

 

Já estive em alguns desses lugares, sempre acompanhado, e posso dizer que todos eles sugerem tanto romantismo quanto outros destinos turísticos não listados em que também estive acompanhado, como Montevideo, Curitiba, Históricas de Minas, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo...

 

O que faz o romantismo é a afinidade do casal. É o AmorAmigo. E é lindo.


02
Abr 11
publicado por AmorAmigo, às 02:41link do post | comentar

No artigo de Luli Radfahrer (ver postagem de 30 de março), esse professor da USP fala da obrigação, tão presente nas redes sociais, de "descobrir coisas novas só para compartilhá-las com quem não terá tempo de lê-las", ou da "necessidade de comentar cada ação de seus amigos, mesmo que nada seja dito nesse comentário".

 

Estas são demandas novas, porque antigamente o círculo de amigos era menor.

 

Uma coisa que eu tenho notado com muita intensidade é uma relação inversa entre o número de amigos que um certo amigo meu possui, sua popularidade etc. e o grau de intimidade que nós conseguimos deter.

 

Ou seja, tenho uma relação muito superficial com quem não tem como me dar atenção, por dividi-la com um sem-número de pessoas. Mas aqueles que têm menos amigos têm a mim e aos demais em posição de maior destaque e valor.

 

Independentemente da internet, a conclusão que eu tiro, e que parece mais explícita do que implícita no artigo do professor Radfahrer, é a de que o excesso de "amigos" reduz o valor de cada um.

 

A amizade exige um esforço, cobra um preço da gente. Exige atenção, exige dinheiro (sim, você sai com seus amigos, presenteia etc.), exige tempo. Não dá para ser amigo de verdade de muita gente. Ainda que você saia em megagrupos de 20, 30 ou 50 pessoas, é impossível ter intimidade com todas elas. Ou você troca duas palavras com 50 pessoas, ou troca 50 palavras com duas, ou qualquer outra configuração intermediária. Se tendemos mais a duas palavras com 50 pessoas, temos 50 relações superficiais. Se fazemos a opção por 50 palavras para duas pessoas, temos duas relações profundas.

 

Qual vale mais?

 

Não há resposta única. Mas a minha opção é pela relação profunda. O sossego, a paz interior, a tranquilidade que eu sinto pela amizade em si (e agora, também por saber que não sofro de nenhum desses estresses de Orkut, Facebook, Twitter, MSN e companhia) parecem ser muito melhores e maiores do que se eu tentasse agradar a 50 pessoas, e me iludisse ao acreditar ter 50 amigos, e me sentisse obrigado a tentar manter todos eles!


mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

17
19
21
23

25
27
29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO